home Acervo ANDARILHO

ANDARILHO

Release

Flávio Falcone e Victor Abreu

em

ANDARILHO

 Espetáculo circense que apresenta números de música, dança, malabares e acrobacia faz apresentações gratuitas em Campinas, Botucatu, Ribeirão Preto, São Bernardo do Campo e São Paulo

A Cia da Pegada é um núcleo de pesquisa em circo que atua em São Paulo desde 2014, formada pelos artistas Flávio Falcone e Victor Abreu.

Flávio é palhaço e psiquiatra há mais de 12 anos. Em sua trajetória, vem utilizando o palhaço para desenvolver um trabalho de redução de danos e promoção de Saúde.

Victor é acrobata formado pela Scuola Vertigo, na Itália. Durante sua carreira, trabalhou em diversos países da Europa e da América, levando uma vida nômade de artista circense. Os dois se conheceram na Cia. de dança Silenciosas + GT’aime. A companhia, dirigida por Diogo Granato, utiliza a técnica do Improviso Cênico como linguagem, estudando elementos como dança, palhaço, parkour e acrobacia.

Percebendo as afinidades artísticas e avançando nos treinos de mão a mão, Flávio e Victor decidiram formar uma dupla de palhaços acrobatas. Criaram juntos os números La Traviata (2014) e O Domador e a Besta (2016); os espetáculos A Jornada do Herói (2015); O Filho Daquela Lá (2015) e Andarilho (2016).

Em Andarilho, Flávio e Victor são dois viajantes que chegam numa roda de rua em uma nova praça, onde as pessoas esperam por um grande espetáculo. Através do estado do palhaço, eles interagem com o público, apresentando números que misturam música, dança, malabares e acrobacia. Inspirados nas cartas do Tarô, eles dão vida a personagens arquetípicos como o Louco, o Rei e a Morte. Transformação, magia e muita cara-de-pau fazem parte da essência desses dois palhaços loucos. Um espetáculo divertido e surpreendente feito para um público de todas as idades.

O diretor escolhido para acompanhar a criação é Marcelo Lujan, palhaço excêntrico musical. Ambos os artistas fizeram parte do espetáculo Na Estrada, do Circo Amarillo, onde Marcelo é diretor. A dupla tem afinidade artística pela linguagem utilizada e se interessou em aprofundar o conhecimento nessa área.

Após a criação do número de acrobacias em dupla La Traviata, onde dois maestros palhaços apresentam um concerto de ópera absurdo, a dupla circense criou o espetáculo Andarilho, inspirado na carta do Louco do Tarô de Marselha. Esse arquétipo representa o ser humano em sua condição mais pura. Na figura da carta, o louco caminha para frente, mas olha para trás, ligando assim a sabedoria do futuro à inocência da infância.

A dupla acredita que o Circo é uma entidade histórica, enraizada no inconsciente das pessoas. Representa a fuga de um mundo árduo e injusto, num universo de sonhos, onde tudo é possível. É a partir dessa crença que eles revisitam arquétipos humanos, buscando influenciar o público a aceitar o ridículo de tudo e encarar a vida de uma forma mais leve.

“O Louco é um andarilho enérgico, ubíquo e imortal. É o mais poderoso de todos os Trunfos do Tarô. Como não tem número fixo, está livre para viajar a vontade, perturbando, não raro, a ordem estabelecida com as suas travessuras.” Sallie Nichols, em “Jung e o Tarô”

 

Victor Abreu

Victor de Abreu Oliveira nasceu em 26 de março de 1988. Jovem acrobata de circo formado pelo Circo do Capão por Jean-Paul Galinsky(FRA), conhecido no Brasil como Paolo, viajou até a Itália para participar de um curso de dois anos na escola profissional de circo contemporâneo de Torino, a Scuola di Cirko Vertigo. Exímio acrobata ao mastro chinês começou sua carreira internacional em 2008, participando de alguns projetos de criação na Itália e França como o “Cirque Hyperboles”, espetáculo de circo-teatro dirigido pela cômica Joanna Bassi, e a produção “Uma Piccola tribú Corsara”, com a Compagnia Cirko Vertigo, dirigida por Paolo Stratta. No início de 2011 foi contratado pela companhia quebequense Cirque Èloize, para trabalhar na produção de circo urbano “ID”, uma “West side story” contemporânea repleta de adrenalina e energia, realizando espetáculos em cidades do Reino Unido, Suíça e França. Em 2012 é selecionado em um projeto de criação de espetáculo ibero-americano chamado CRECE-SUR, iniciativa da Escuela Carampa de Madrid e o I Festival Internacional de Circo do Rio de Janeiro. Lá teve a oportunidade de trabalhar com o diretor e coreógrafo australiano Rob Tannion, grande fonte de inspiração. Logo após, foi contratado pelo Circo Giramundi em Curitiba onde participou de mais de quarenta espetáculos no Paraná e São Paulo.

Vem desenvolvendo ao longo da carreira uma pesquisa autoral no mastro chinês e nas acrobacias de chão, apresentando diversos números, tanto em situações profissionais quanto em mostras sem fins lucrativos. O seu solo de mastro chinês “Vento” já participou de diversos festivais no Brasil, Argentina e vários países da Europa. Foi selecionado para uma residência artística na Academie Fratellini, França, com seu solo de Acrodança “Peculiar”, projeto realizado com parceria entre Jeunes Talents Cirque e Circ-Brasil(Agentz).

Desde 2013, Victor vive em São Paulo, onde faz parte do grupo de dança Silenciosas+GT’Aime, contemplado com o fomento à dança 2013 e dirigido pelo premiado bailarino e coreógrafo Diogo Granato. Colaborou com o Grupo Ares como artista na produção “Deisespera”, cuja estreia aconteceu no âmbito do I Festival Internacional de Circo do Sesc. Foi intérprete-criador de “Na Estrada” do Circo Amarillo, contemplado com o ProAc criação 2013, circulação 2014, fomento 2015. Em 2014, participou novamente como artista criador na produção “Em busca da Triple Volta”, da Cia. Irmãos Sabatino, contemplada com o Proac ICMS criação e circulação de espetáculo com estreia na cidade de São Paulo no II Festival Internacional de Circo do Sesc, no Sesc Interlagos e Sesc Itaquera. Em 2015, foi contemplado com o I Fomento ao Circo para a cidade de São Paulo, na categoria Artista Circense, realizando uma pesquisa ao mastro chinês, cujo produto final foi o solo “A Jornada do Herói”.

 

Flávio Nastasi Falcone

Psiquiatra formado pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Palhaço formado por Cristiane Paoli Quito e Silvia Leblon. Atuou e concebeu os espetáculos “A Culpa é da Vizinha”(2011); “Circo Geral das Galáxias” (2012); “Circo Negro”(2013); “Cabaret do Triunfo” (2014). Atua no espetáculo “Na Estrada” (2014), do Circo Amarillo.

Realiza intervenções de palhaço pelo Programa “De Braços Abertos”, da Prefeitura de São Paulo, junto aos usuários de crack na região central da cidade. Por este trabalho, foi indicado ao “Prêmio Cidadão São Paulo – 2014”, promovido pelo site “Catraca Livre”.

Acrobata formado por Victor Abreu e Jean Paulo Galinsky (Circo do Capão).

É portour de mão-a-mão e acrobacias coletivas, como canastilha e adágio.

Tem uma dupla de circo com Victor Abreu, com quem desenvolveu o número “La Traviata”(2014), apresentado em diversos cabarés da grande São Paulo.

Bailarino formado por Diogo Granato e Tica Lemos. Desde 2006 faz parte da companhia Silenciosas+GT’aime, dirigida por Diogo Granato. Com o grupo, montou “Metalinguagem1” (2006); “Aceleração e Amnésia” (2007) e “O Retorno do Cavaleiro das Trevas” (2008); “Improvisos” (2009); “Dançando na Cidade” (2010); “Solos de Duos” (2011); “Stardust” (2012); “Pessoal e Intransferível” (2013).

 

Marcelo Lujan

Musico compositor, ator, clown acrobata, equilibrista, artista plástico e produtor.

É co-proprietário, diretor musical e artista do Circo Zanni desde 2003. É criador, diretor artístico e artista do grupo Circo Amarillo, onde trabalha desde 1995 na criação de espetáculos circenses. É criador da Exentricmusic que desenvolve pesquisas na conjugação da música e as artes cênicas, criando e gravando trilhas originais desde 2006. Em 2013 criou a Cia LaClass de shows de entretenimento.

– Estudou Artes Plásticas durante 8 anos

– Estudos no Conservatório de musica Julian Aguirre por 4 anos.

– Consultoria temática dentro do projeto Fabricas de Cultura da Secretaria do

Estado da Cultura de São Paulo Brasil.

– Participou da primeira convenção de equilibristas en Bourg Saint Andeor Francia. 2008.

CIRCO AMARILLO

Cia que fundou há 18 anos na Argentina com turnês no Brasil, Chile e Argentina.

“Experimento Circo” – Direção de Marcelo Lujan, 1995 (montagem em Argentina, Chile, Brasil, Espanha/ Festival de Teatro Internacional de Guaramiranga/CE e Cariri/CE e BH, Teatro José de Alencar – Fortaleza/CE, Turnê 2003 – Durante um ano o espetáculo rodou o nordeste do Brasil)

“Sin concierto” – Direção de Carla Candiotto

“Café Concerto” – Direção de Marcelo Lujan

“Clake” – Direção de Domingos Montagner

“Na Estrada” – Direção de Marcelo Lujan

CIRCO ZANNI

– Participou dos principais Festivais de Circo brasileiro desde 2003

– Foi contemplado quatro vezes com “Premio Estímulo de Fomento à Cultura”

estadual e federal. Realizou 24 temporadas na cidade e estado de São Paulo,

Goiás, Pernambuco e Minas Gerais.

EXCENTRICMUSIC

– “Solas de Vento” e “Volta ao mundo em 80 dias”, em 2007 e 2012, com Carla

Candiotto, Ricardo Rodrigues e Bruno Rudolf, Diretor Musical e Criador das

trilhas sonoras

– “Peine Fino”, como Diretor Musical e Criador das trilhas sonoras, 2011

– Luis Sartori do Vale, como Diretor Musical, em Bruxelas Bélgica 2008 ESAC

– Solo de Erica Stoppel, como Diretor Musical e Criador das trilhas sonoras São

Paulo Brasil. 2010

– El clown Tito Medina, como Diretor Musical e Criador das trilhas sonoras, em

Besancon Francia 2008.

LACLASS

Projeto de criação de shows de entretenimento com Daniela Rocha-Rosa:

“Marcelino em: Peine Fino”

“Cia Suno – De Partida” (atual 2014)

Ficha Técnica

Intérpretes: Victor Abreu e Flávio Falcone

Direção Artística e Musical: Marcelo Lujan

Disciplinas Circenses: Mão a Mão, Malabares, Acrobacia e Palhaço

Figurino: Claudia Schapira

Preparador Técnico: Angel Andricain

Vídeo e Fotografia: Leandro Hbl

Assessoria de Imprensa: Morente Forte

Produção: Palco de Papel

Serviço

02 de Julho, Sábado, às 16h – SÃO BERNARDO DO CAMPO

 Centro Livre de Artes Cênicas – CLAC

Praça Cônego Lázaro Equini, 240 – Baeta Neves

Informações: (11) 4125-0582

Grátis | Duração: 60 minutos | Recomendação: Livre

______________________________________________________________________________

10 de Julho, Domingo, às 15h – SÃO PAULO

 Parque da Agua Branca (Espaço de Leitura)

Av Francisco Matarazzo, 455 – Barra Funda

Informações: (11) 2588-5811

Grátis | Duração: 60 minutos | Recomendação: Livre

One thought on “ANDARILHO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Permainan judi slot online terbaik

slot hoki terpercaya

agen bola terpercaya Agen bola bandar bola terbesar link judi slot judi online slot casino live skor