home Acervo MARZIPAN

MARZIPAN

Release

Grupo Marzipan volta a se reunir depois de mais de vinte anos

Somente duas apresentações no SESC Bom Retiro

 Dias 23 e 24 de Maio

 

Famosos na cena artística dos anos 1980, os veteranos da dança que, após a separação, seguiram caminhos tão diferentes como a odontologia, terapia corporal, e engenharia florestal ou percorreram outros segmentos das artes, se reencontram em espetáculo que celebra a amizade e a passagem do tempo.

 

Sem pudor e com uma certa ousadia, o Grupo Marzipan, que se destacou no cenário da dança paulista nos anos oitenta, por sua linguagem visual e irreverência, reabre as portas do prazer de dançar. Após 25 anos, volta a se reunir para falar do corpo que tem dores, mas pulsa vivo; que avança nos anos, mas é sensual; que enlouquece na caótica vida urbana, mas que dança a poesia. Permeado por uma única certeza: a dança continua sendo uma expressão singular para compreender o que nos cerca.

“Embora o grupo tenha se dissolvido há 25 anos, sempre cultivamos uma grande amizade. A ideia de nos reunirmos novamente para criar um espetáculo era um desejo antigo de todos”, explica Renata Melo, uma das integrantes do elenco. “Decidimos, no início de 2014, começar a nos reunir para fazer aulas e improvisar. Com a prática acreditamos que a ideia pudesse se tornar realidade e nos inscrevemos no programa Rumos Itaú”, completa ela concluindo que a seleção do projeto foi a garantia e a possibilidade de concretizar esse desejo.

Além de Renata, o espetáculo conta com Cacá Ribeiro, Hermes Barnabé, Lúcia Merlino, Michele Matalon, Rose Akras e Zeca Nunes – todos protagonistas originais da história do Marzipan.  O grupo surgiu na capital paulista no início dos anos 1980 e rompeu com a forma narrativa estabelecida pela dança moderna da época, unindo de maneira ousada a dança ao teatro e as referências do cinema, da música pop, da moda e das artes plásticas.

O espetáculo Marzipan também resgata e reinterpreta obras do antigo repertório do grupo. Em cena, os sete artistas se debruçam sobre performances que mesclam a improvisação, o teatro e a dança. A apresentação se dedica à investigação de uma dramaturgia e a uma coreografia para corpos maduros, já que eles têm hoje entre 52 e 68 anos. Ao mesmo tempo em que usufruem da experiência da idade e compreendem as mudanças e as limitações do físico na hora de atuar.

A apresentação tem cenário de Daniela Thomas e Felipe Tassara, iluminação de Carmine D’Amore, trilha de Beto Villares, figurinos de Cássio Brasil, projeções de Grima Grimaldi, auxilio da ensaiadora Zina Filler e produção de Mike Sousa. O espetáculo adapta a linguagem própria do grupo, criada há quase três décadas, ao cenário artístico atual e mostra a maturidade adquirida pelos membros da trupe.

 

Por onde eles andaram?

Após se separarem, os integrantes do Marzipan se dedicaram às mais diferentes atividades profissionais, como engenharia ambiental, odontologia e outras mais próximas das artes. Renata Melo, por exemplo, é cirurgiã dentista, mas continuou ativa na cena paulista, realizando e fazendo curadoria de espetáculos de dança teatro e, ainda, ministrando cursos e workshops e preparação de atores para espetáculos teatrais. Só para citar algumas de suas atividades no período, dirigiu escreveu e atuou em Bonita Lampião, Passatempo e Domésticas adaptando este roteiro ao lado de Fernando Meirelles e Nando Olival para o cinema. Atuou, ainda, em A Caixa, de Patricia Melo com direção de Beth Coelho.

Michele Matalon trabalha com a cineasta, produtora e diretora teatral Monique Gardenberg com quem já partilhou diversos projetos nas duas áreas. Zeca Nunes dançou e trabalhou até meados da década de 90 como professor regular da faculdade de dança e teatro de Amsterdam. Formou-se webdesigner e atuou, ainda na Holanda, na área de multimídia criando web sites e DVDs. Mais tarde, tornou-se coordenador pedagógico da faculdade SAE/Amsterdam na área de multimídia. Voltou ao Brasil, em 2008, e entrou no mundo do turismo, acompanhando grupos de visitantes e jornalistas estrangeiros em city tours por São Paulo e Buenos Aires, e criando roteiros e pacotes turísticos.

Rose Akras tronou-se referência nas áreas de dança e performance na Holanda, onde é docente de pesquisa de movimento da Faculdade de Artes de Amsterdã, e do Somatic Movement Institute. É também curadora e co-diretora da manifestação FLAM, Forum of LIve Art Amsterdam. Já Lúcia Merlino especializou-se em Rolfing, uma técnica de terapia corporal com a qual trabalha. Há 13 anos vive em um sítio nos arredores de São Paulo, e, interessada pelo sistema de agro florestas e agricultura orgânica, aos poucos, está refazendo áreas de mata do lugar. Nesses 25 anos, Hermes Barnabé trabalhou na Secretaria do Verde e do Meio Ambiente, na área de projetos de recuperação ambiental.

Cacá Ribeiro é sócio nos clubes noturnos paulistas Lions e Yatch. Recentemente abriu o restaurante José, em Higienópolis e é produtor de eventos há mais de 20 anos. Produz, por exemplo, desde a primeira edição, os jantares de gala da amfAR no Brasil, um dos pontos altos do calendário de eventos do high society paulistano, entre outros eventos sociais e corporativos.

 

Cacá Ribeiro, 52 anos

Ator, bailarino e produtor teatral de 1979 a 1993. Atualmente é empresário do entretenimento, na área de produção de eventos culturais, sociais e corporativos.

 

Hermes Barnabé, 68 anos

Atuou como ator-bailarino de 1979 a 1992. Engenheiro Agrônomo formado pela USP, com especialização na área ambiental.

 

Lúcia Merlino, 56 anos

Doutora em Artes e pesquisadora da área do movimento e da educação somática. Faz atendimento clínico com o método Rolfing. É docente na Associação Brasileira de Rolfing.

 

Michele Matalon, 55 anos

Bailarina, diretora, produtora e iluminadora. Formada em Artes Plásticas, trabalhou com dança até os anos 1990. Atualmente dedica-se ao teatro e ao cinema.

 

Renata Melo, 58 anos

Coreógrafa, bailarina, atriz e diretora. Fundadora do Marzipan e idealizadora do retorno do grupo em 2014. Atua nas áreas de dança, ópera, cinema e televisão. Faz curadoria de festivais, atua como jurada em prêmios de teatro e dança e exerce a profissão de cirurgiã dentista.

 

Rose Akras, 55 anos

Criadora e performer, é integrante do Marzipan desde sua criação. Mestra em Arte e Educação, é docente de pesquisa de movimento da Faculdade de Artes de Amsterdã, e do Somatic Movement Institute, ambos na Holanda. É também curadora e co-diretora da manifestação FLAM, Forum of LIve Art Amsterdam.

 

Zeca Nunes, 57 anos

Trabalhou com dança no Brasil e na Europa, onde participou de diversas companhias de dança e coreografou suas próprias produções. Em 1987, levou o prêmio Revelação de Coreógrafo pela Associação Paulista de Críticos de Arte. Formado em Sociologia pela USP, atualmente trabalha como “turismólogo”.

Serviço

MARZIPAN

Sesc Bom Retiro – Teatro (291 lugares)

Alameda Nothmann, 185 – Campos Elísios

Informações: (11) 3332-3600
Site: www.sescsp.org.br/bomretiro

Estacionamento: R$4 e R$8
Acessibilidade: Entrada com acesso para pessoas com deficiência

Sábado (23/05), às 19h. Domingo (24/05), às 18h

 Ingressos: R$ 6 a R$ 20


Duração: 60 minutos

Indicação: livre

38 thoughts on “MARZIPAN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Situs sbobet resmi terpercaya. Daftar situs slot online gacor resmi terbaik. Agen situs judi bola resmi terpercaya. Situs idn poker online resmi. Agen situs idn poker online resmi terpercaya. Situs idn poker terpercaya.

situs idn poker terbesar di Indonesia.

List website idn poker terbaik.

Permainan judi slot online terbaik

slot hoki terpercaya

agen bola terpercaya Agen bola bandar bola terbesar link judi slot judi online slot casino live skor