home Acervo A MERDA (LA MERDA)

A MERDA (LA MERDA)

Release

Christiane Tricerri

em

A MERDA (LA MERDA)

De Cristian Ceresoli

Sexta a domingo no Espaço Parlapatões

 

Dirigido e interpretado por Christiane Tricerri, baseado na criação original de Silvia Gallerano e Cristian Ceresoli, espetáculo que é apresentado em acordo com Frida Kahlo Productions, Richard Jordan Productions e Produzioni Fuorivia em associação com Summerhall volta ao cartaz em curta temporada

Depois de duas temporadas de sucesso de público e crítica em 2015 (Sesc Pinheiros e Teatro Sérgio Cardoso), Christiane Tricerri, que dirigiu e protagoniza o espetáculo solo, volta aos palcos com A Merda (La Merda) de Cristian Ceresoli, uma obra arrebatadora e poética, do multipremiado autor, encenada pela primeira vez no Brasil.

Arrebatada por seu fluxo de consciência, uma mulher luta com obstinação, coragem e resistência, se manifestando em sua bulímica e revoltada confidência pública, para abrir seu próprio espaço como celebridade.

Sentada como um animal, em um pedestal circense, nua sob os holofotes, com sua voz amplificada por um microfone, a fêmea protagonista avança com ferocidade brutal e fúria assassina rumo ao “mundo que conta”, disposta a tudo para alcançar seu objetivo de chegar lá e acontecer.

“É um texto feroz, impactante, cru, de humanidade e poesia à flor da carne”, conta Christiane Tricerri, que também assina a direção do solo.

La Merda de Cristian Ceresoli foi produzido pela primeira vez para os palcos, estrelado por Silvia Gallerano, por Frida Kahlo Productions, Richard Jordan Productions e Produzioni Fuorivia em associação com Summerhall. A produção posteriormente fez uma extensiva turnê em todo mundo, incluindo temporadas no Soho Theatre (Londres), Maxim Gorki Theater (Berlim), Adelaide Festival (Adelaide) e Festival de Otoño (Madrid). A original multipremiada produção continua a excursionar internacionalmente.

Desde a estreia, em 2012, a montagem conquistou casas lotadas por todo o mundo, sucesso estendido às temporadas pela Europa, sendo traduzida para o dinamarquês, inglês, espanhol, tcheco e português, com adaptações em processo para o francês, sérvio e alemão. A atriz original da obra, a italiana Silvia Gallerano, apresenta La Merda em italiano (em espanhol com legenda, também), francês e inglês.

La Merda de Cristian Ceresoli e estrelado por Silvia Gallerano é um fenômeno que rompeu os limites do teatro sendo assistido quase como um show de rock. Um fluxo de consciência poética atribuído desde suas estreias, no exterior mais do que na Itália, onde arrecada uma bilheteria extraordinária, colecionando avaliações incríveis dos principais meios de comunicação internacionais. Vencedor de seis prêmios importantes, incluindo o cobiçado Scotsman Fringe First Award por Writing Excellence e Stage Award por Best Performance, La Merda é um sucesso internacional desde 2012 em todos os lugares e também na Itália, onde uma censura sutil ainda é aplicada.

“Brutal”, “perturbador e humano” e “extraordinário” estão entre os adjetivos dados à obra por publicações como The Times, The Guardian e El Pais.

“Em magnifica atuação, de alta carga emocional, Christiane Tricerri faz de seu trabalho um ato de revolta e liberdade.” “Um grande, brilhante, momento de Christiane Tricerri.” Jefferson Del Rios / Estadão

“Christiane Tricerri é uma artista inquieta. (…) Logo, o monólogo tragicômico ‘A Merda (La Merda)’, escrita pelo italiano Cristian Ceresoli, dialoga coerentemente com sua necessidade de expressão – ainda mais nos dias atuais.” Dirceu Alves Jr. / Veja SP

“Capaz de você sair do teatro de pernas bambas, como quem desce da montanha-russa mais radical do parque da Universal, de Orlando. Tricerri está ainda mais vigorosa e peituda do que de costume” Barbara Gancia / Folha

 

CRISTIAN CERESOLI | Autor @CrisCeresoli #LaMerda #AMerda

Cristian Ceresoli é um escritor. A sua verdadeira estreia escrita é La Merda (2012), com o qual ganhou seis prêmios importantes, entre eles o Fringe First Award 2012 for Writing Excellence (primeiro escritor italiano a obter tal reconhecimento), Prêmio Arches Award 2012 for Emerging Art e recebeu uma nomeação do Total Theatre Award for Innovation e na Itália o Premio della Critica 2012 como Melhor Espetáculo. La Merda é publicado pela Oberon Livros (Londres) e tem sido traduzida em inglês, dinamarquês, espanhol e português. O texto está sendo traduzido para o francês, sérvio e alemão. Após três anos consecutivos de uma turnê com ingressos esgotados, durante a turnê européia em 2014, La Merda foi apresentado no West End of London, Glasgow, Copenhague e Berlim, entre os outros, registrando em todos os lugares um grande público e espetáculos lotados, além de críticas extraordinárias do The Guardian, The Times, Politiken e muitos outros. Em 2015 a turnê mundial La Merda foi apresentada no Adelaide Festival e Festival de Otoño of Madrid, enquanto a produção dinamarquesa e a produção brasileira fazem a sua estreia. Comissionado por Arena di Verona Foundation, Cristian Ceresoli escreveu Otelo Sex Machine (2013), um livreto de ópera. Desde novembro de 2013, em colaboração com os ocupantes do Teatro Valle em Roma, participa de um projeto de profissionalização educacional, e a produção do novo texto chamado Rabbia, um multiprodução com a Fundação Teatro Valle Occupato.

 

CHRISTIANE TRICERRI | Atriz, diretora e produtora

Christiane Tricerri é atriz e diretora formada pela ECA-USP. Participa do Teatro do Ornitorrinco há 30 anos, ao lado de Cacá Rosset. Já trabalhou com Maria Alice Vergueiro, José Celso Martinez Corrêa, Raul Cortez, entre outros. Nos últimos 15 anos vem produzindo espetáculos como A Megera Domada de Shakespeare, O Marido Vai à Caça de Georges Feydeau, onde também atuou como protagonista. Participou de vários festivais pelo mundo com o Teatro do Ornitorrinco, entre eles o Shakespeare Festival de New York com Sonho de Uma Noite de Verão.

 

RICHARD JORDAN PRODUCTIONS | Produtor original

Richard Jordan Productions é uma empresa de produção laureada com prêmios Tony e Olivier. Sob a liderança artística do produtor Richard Jordan, a companhia, com sede em Londres, foi fundada em 1998 e tem no registro mais de 190 produções do Reino Unido, bem como em 19 outros países, incluindo 60 estreias mundiais e 70 europeias, australianas e norte-americanas, gozando de estreita relação com muitos dos principais teatros e organizações artísticas do mundo.

Descrito pelo The Stage como “um dos mais prolíficos produtores de teatro do Reino Unido”, Richard foi o primeiro a receber o TIF / Society London Theatre Producers Award, e foi finalista do primeiro British Council do Reino Unido com o Prêmio Empreendedor Criativo. Ele foi nomeado sete vezes no The Stage Top 100 UK Theatre Professionals. Por sua história, foi escolhido para figurar no A&C Black’s Annual Publication Who’s Who. Richard, ao lado de uma gama diversificada de artistas internacionais com carreira sólida e também de nomes emergentes, tem estado na vanguarda do desenvolvimento teatral pelo mundo afora. Suas produções ganharam mais de 30 prêmios importantes, incluindo o Tony Award for Best New Play; The Laurence Olivier Award for Outstanding Achievement at an Affiliate Theatre; The EMMY Award for Best Feature Section; oito Scotsman Fringe First Awards; o US Black Alliance Award; três Helen Hayes Awards; o John Gassner Award for Best New American Play; o Off West End Award and the Drama Desk, o Drama League, o New York Critics, o Broadway.com and o Outer Circle Critics Best New Play Awards. Suas produções no Brasil incluem (com turnê em São Paulo e pelo país) a estreia de Rum e Vodka e O Bom Ladrão, ambos textos do premiado autor irlandês Conor McPherson, e Anna Weis, escrita pelo dramaturgo escocês Mike Cullen. Em associação à Frida Kahlo Productions ele produz La Merda de Cristian Ceresoli por todo o mundo.

Email: info@richardjordanproductions.com

Telefone: +44 (0) 207 243 9001

 

LA MERDA POR FRIDA KAHLO PRODUÇÃO | Produção Original

No final de março de 2012, a première italiana de La Merda, em Milão, ficou completamente lotada com ingressos esgotados em poucas horas. Em maio, em Roma, a obra registra dois outros espetáculos com casa cheia. Em agosto do mesmo ano, a versão em inglês faz sua estreia mundial no Summerhall Festival, no Edinburgh Fringe Festival, onde obteve incrível recorde de público até tornar-se um Fringe Sell Out Espetáculo 2012. Logo, a montagem foi recebendo incríveis cinco e quatro estrelas nas críticas dos grandes meios de comunicação internacionais e ganhou o Prêmio Arches Award 2012 Art, sendo indicada para o Prêmio de Inovação do Total Theatre Award 2012. Silvia Gallerano ganhou, em 2012, do Stage Acting, o prêmio por Excelência como Melhor Intérprete Solo. Em outubro de 2012, La Merda teve espetáculos esgotados em Turim e Veneza, e em novembro ganhou o Premio Della Critica 2012 como melhor espetáculo, e apresentações novamente com lotação esgotada na Primavera Dei Teatri Festival e no Teatro Valle in Rome.

Desde que começou a turnê pela Europa, continua a vender espetáculos extras em cada cidade por onde passa na Itália, um evento raro em um país onde a população está excluída dos teatros. Devido à demanda popular, em janeiro de 2013 retornou a Milão, com todas as sessões lotadas, e ao Teatro Valle em Roma, vista por mais de 2.000 pessoas em cinco dias, tornando-se um cult, um fenômeno acima todas as categorias. A turnê foi interrompida de abril a julho de 2013 e agora é coproduzida por Richard Jordan Productions Ltda. e distribuída na Itália por Produzioni Fuorivia.

Em junho de 2013, uma primeira leitura de La Merda em dinamarquês, no European Contemporary Playwright Festival de Copenhague, é aclamada por uma ovação, em um teatro lotado, e trechos da peça são transmitidos pela Danish National Broadcasting Radio no horário nobre com uma entrevista do autor. Em agosto de 2013, retorna ao Festival Fringe de Edimburgo, onde 12 apresentações são aclamadas com mais ovações enquanto a notícia é suprimida dos noticiários de televisão dedicados ao festival pela Radio Televisione Italiana. A turnê italiana reestreia no Teatro Elfo Puccini em novembro de 2013, em Milão. La Merda tem casa lotada com vendas com um mês de antecedência, também com espetáculo extras.

Em fevereiro 2014, uma multidão de mais de 1.500 pessoas, em três dias, se aglomerou para ver a obra no Teatro Valle, em Roma. Na primavera de 2014, na turnê europeia, é apresentada em Glasgow, Lugano, Bristol, Berlim, Copenhague e no West End de Londres.

Em 2015, a turnê mundial de La Merda será apresentada em Adelaide e Madrid, enquanto a produção dinamarquesa e a brasileira terão a suas estreias em Copenhague e São Paulo. La Merda é publicada em uma edição bilíngue inglês-italiano por Oberon Livros (Londres).

Ficha Técnica

A Merda (La Merda) de Cristian Ceresoli 

Direção e Interpretação de Christiane Tricerri 

Baseado na criação original de Silvia Gallerano e Cristian Ceresoli

Apresentado em acordo com Frida Kahlo Productions, Richard Jordan Productions e Produzioni Fuorivia em associação com Summerhall

Tradução Francisco Ancona

Codireção (Occhio Esterno) Maurízio Paroni

Assistência de Direção Lianna Matheus

Cenografia Alvaro Egas e Viviane Tricerri

Visagismo Raphael Cardoso

Desenho e Operação de Luz Gita Govinda

Desenho de Som Rafael Bresciani

Equalização e Operação de Som Selma Dammenhain

Desenho de Voz Maestro Marcello Amalfi

Desenho de Corpo Mônica Monteiro

Direção de Palco (Stage) Miló Martins

Preparação Corporal Nicolas Trevijano

Direção de produção Francine Storino

Produção Executiva Rita Ferradaes

Produção de Projeto Incentivado Alexandre Mroz

Projeto Gráfico Alonso Alvarez

Fotos Gal Oppido

Desenvolvimento Foto Iago Ferrão

Assessoria Internacional Luciane André e Alexandre Mroz

Assessoria de Imprensa Morente Forte

Gestão de Mídia Social Cardamomo Digital

Realização Ficções

Idealização do projeto no Brasil Christiane Tricerri

Serviço

A MERDA (La Merda)

Espaço Parlapatões (100 lugares)

Praça Franklin Roosevelt, 158 – Consolação

Informações: (11) 3258-4449

Bilheteria: Terça a quinta das 16h as 21h; sexta e sábado 16h a meia-noite, domingo 16h às 20h. Formas de Pagamento: Dinheiro e todos os cartões de débito e crédito. Não aceita cheque. Estacionamento credenciado: Garagem Imeri (Franklin Rooselvelt, 194). Lanchonete, ar-condicionado e acesso para pessoas com deficiência.

Vendas: www.ingressorapido.com.br / 4003.1212

Sexta às 21h | Sábado às 22h | Domingo às 20h

 Ingressos: R$ 40

Duração: 60 minutos

Censura: 18 anos

 

Reestreou dia 30 de abril de 2016

Curta temporada: até 19 de junho

Site: www.christianetricerri.com.br

Facebook: A Merda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

agen bola terpercaya Agen bola bandar bola terbesar link judi slot judi online slot casino live skor