home Acervo TRÊS DIAS DE CHUVA

TRÊS DIAS DE CHUVA

Release

No primeiro ato, que se passa em 1995, o jovem Walker, sua irmã Nan e o amigo Pip são filhos de dois grandes e renomados arquitetos, Ned e Theo, já falecidos. Com a recente morte de Ned, os filhos se reunem para a leitura do testamento. Ao descobrirem que parte da herança é dada a Pip, os irmãos discutem e julgam o passado do pai, acusando-o de ser ausente em suas vidas.

No segundo ato, que se passa em 1960, o jovem Ned e seu sócio Theo sonham em construir grandes obras e firmar seus nomes como arquitetos. No entanto, os sonhos de ambos começam a desmoronar quando Ned se apaixona por Lina, a namorada de seu sócio – e Theo percebe que essa paixão é correspondida pela mulher que ama.

Nan leva uma vida pacata com seu marido e seus dois filhos, Walker é um viajante, um homem sem rumo, cuja morte paterna o fez fugir da convivência familiar. Nan tenta acalmar um confuso e irritadiço irmão, enxergando nele os mesmos traços de esquizofrenia da mãe, Lina, que está internada em um hospício há mais de dez anos. Através da leitura do diário que ambos pretendem descobrir mais sobre as atitudes lacônicas e a constante ausência de Ned com seus filhos e esposa.

Quem os acompanha ao escritório do advogado é Pip , filho de Theo, antigo sócio de seu pai. De natureza expansiva, Pip é um ator de televisão que participa de programas de baixa qualidade. Apesar de desprezado por Walker, é em Nan que ele encontra a afetividade, pois dividem, além da mesma idade, uma relação amorosa no passado que sempre esconderam do irmão dela. Walker não se conforma em perder o que lhe seria de mais valioso, uma vez que o pai, um arquiteto brilhante, nada devia ao antigo sócio Theo, que durante a vida foi um apêndice tristonho na carreira de ambos.

Walker é confrontado por Nan a enxergar os mesmos traços de esquizofrenia que sua mãe, e diante das frustrações resolve queimar o diário do pai, para apagar de vez o passado. Theo surge com a idéia que seria mais tarde atribuída ao gênio de Ned: a mesma casa que entrou na partilha de bens do primeiro ato. Conforme a ação se desenvolve, percebe-se que Ned foi capaz de transformar em desenhos e números a idéia ousada de Theo, ao mesmo tempo em que vai se apaixonando pela namorada do sócio.

Theo sai em viagem, e por conta do mal tempo, os tais três dias de chuva do título, fica trancado no escritório com Lina. Ambos acabam se entregando à paixão. Quando retorna e é informado sobre o caso entre a namorada e o sócio, Theo entra em profunda depressão, coisa que levaria à morte em questão de anos. “Eles estão sempre em momentos de vida diferentes, o que torna a relação entre eles extremamente divertida”, diz o autor, que aposta numa estrutura narrativa quase cinematográfica para traçar um divertido painel das novas relações que surgiram na primeira década deste século como também do universo das celebridades e dos casamentos instantâneos.

Ficha Técnica

Texto: Richard Greenberg

Serviço

TRÊS DIAS DE CHUVA
Teatro Raul Cortez (520 lugares)
Rua Dr. Plínio Barreto 285 – Bela Vista
Bilheteria: 3254 1700
Estacionamento do teatro – R$ 19,00
Vendas: 4003.1212 – www.ingressorapido.com.br
Sexta e Sábado 21h | Domingo 19h30
Ingressos: Sexta e Domingo R$ 60 | Sábado R$ 70
Duração: 85 minutos
Recomendação: 14 anos
Gênero: comédia romântica
Pré-estreia imprensa e convidados: quinta-feira, dia 11/07/2013, às 21h30.
Estreia dia 25 de julho de 2013
Temporada: até 16 de dezembro de 2013

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *