home Acervo A NOITE DAS TRÍBADES

A NOITE DAS TRÍBADES

Release

Norival Rizzo, Clara Carvalho,
 
Nicole Cordery e Daniel Volpi
em
A NOITE DAS TRÍBADES
De Per Olov Enquist
 
Direção Malú Bazán
Uma das peças mais bem avaliadas em 2012, está em cartaz  no Teatro Eva Herz,
aos sábados e domingos, em curta temporada.  
Escrita em 1975, uma das peças mais encenadas do teatro sueco contemporâneo, já traduzida para mais de 20 idiomas, se passa num teatro decadente de Copenhagen e que vem se tornando um sucesso de crítica aqui em São Paulo, com atuações memoráveis de Norival Rizzo como Strindberg e Clara Carvalho como sua esposa Siri. Nicole Cordery como Marie Caroline David e Daniel Volpi como Viggo Schiwe completam o elenco desse espetáculo dirigido com maestria por Malú Bazán que leva o público ao riso com a mesma facilidade em que degusta esse drama envolvendo um dos maiores dramaturgos suecos .
Numa tarde de março de 1889, quatro pessoas se reúnem no Teatro Dagmar de Copenhague para ensaiar a peça “A Mais Forte” escrita por August Strindberg para sua primeira esposa, Siri Von Essen. Essas quatro pessoas são o próprio
Strindberg, Siri Von Essen, Marie Caroline David (amiga e suposta amante de Siri) e o ator dinamarquês Viggo Schiwe.
Siri e Strindberg estão se divorciando. Ele está na miséria, sem editor, marginalizado em seu país de origem (Suécia).
Faz desesperados esforços para ver suas peças encenadas e logo tenta, com seus próprios meios, montar um Teatro Experimental Escandinavo em Copenhage.
Na peça “A  Mais Forte”, duas mulheres lutam pelo amor de um homem ausente. Strindberg anseia ocupar esse papel.
Colocando sobre o cenário esses quatro personagens feridos, Per Olov Enquist funde sua visão com a do seu protagonista real: a convivência humana está condenada ao fracasso. Enquist nos apresenta um Strindberg solitário, presunçoso, amedrontado, amoroso, contraditório, profundamente humano, um gigante cheio de inseguranças, mas sobretudo, sagaz e irônico.
A peça A Noite das Tríbades foi criada para a Mostra Strindberg realizada pelo SESC SP em setembro de 2012. Depois participou do Repertório de Verão do Grupo TAPA, no primeiro semestre de 2013 no Viga Espaço Cênico.
Sobre o autor:
Per Olov Enquist (Hjoggböle, Suécia, 1934). Novelista, dramaturgo e crítico literário sueco. Licenciado em Filosofia e Letras na Universidade de Uppsala, é considerado um dos escritores suecos contemporâneos mais importantes. Escritor analítico, intelectual e experimental, descreve contextos muito complexos de uma maneira essencial e pura. Agraciado com o Prêmio do Conselho Nórdico de Literatura em 1968, e indicado várias vezes ao prêmio Nobel.

Ficha Técnica

Texto: Per Olov Enquist
Tradução: Carlos Rabelo
Colaboração: Clara Carvalho
Direção: Malú Bazán
Elenco: Clara Carvalho, Norival Rizzo, Nicole Cordery e Daniel  Volpi
Figurinos: Rosane Muniz
Iluminação: Isadora Giuntini
Cenário: Flávio Tolezani
Artista Plástico convidado: Diego Dolph Johnson e Pedro Caldas
Cabelos e Maquiagem: Diego Durso
Coordenação de projeto: Eduardo Tolentino de Araujo
Produção Executiva: André Canto
Produção: Canto Produções em co-produção com o Grupo TAPA

Serviço

TEATRO EVA HERZ
Livraria Cultura – Conjunto Nacional
Avenida Paulista, 2.073 – Bela Vista
Bilheteria: 3170-4059 / www.teatroevaherz.com.br
Formas de Pagamento: Dinheiro / Cartões de débito – Visa Electron e Redeshop / Cartões de crédito – Amex, Visa, Mastercard, Dinners e Hipecard. Não aceita cheque.
Vendas: www.ingresso.com e 4003-2330
Sábados às 18h | Domingos às 19h
 
Ingressos: R$ 50
 
Classificação: 14 anos
Duração: 90 minutos
Estreou dia 09 de novembro
Curta Temporada: até 15 de dezembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *